Conheça o Ninho do Urubu: o centro de treinamento do Mengão

Por dentro do Ninho do Urubu

Atualmente, o Flamengo é o maior clube do Brasil, com a maior estrutura, o elenco mais valioso e também a maior torcida. E claro que, para os times do Flamengo (base e profissional) jogarem em alto nível, os atletas precisam de um Centro de Treinamento a altura, com recursos de alta qualidade e campos com gramado perfeito para a bola rolar.

E você, como todo bom flamenguista, precisa conhecer o local onde treinam os nossos jogadores. Por isso, enquanto você não pode fazer uma visita pessoalmente, venha conhecer o nosso CT aqui no blog da Espaço Rubro Negro!

Afinal, onde fica o Ninho do Urubu?

O Centro de Treinamento Presidente George Helal, conhecido popularmente como Ninho do Urubu, fica localizado no bairro Vargem Grande, na Zona Oeste do município do Rio de Janeiro. O nome do CT é devido ao dirigente norte-americano naturalizado brasileiro, George Helal, que é considerado uma das lendas vivas do futebol brasileiro.

George constituiu carreira como dirigente do Flamengo, sobretudo nos anos 60, nos bastidores da Sede da Gávea, década que o clube investiu em diversos projetos, como o Projeto Soma, que foi responsável por revelar ninguém menos que nosso maior ídolo, o Galinho de Quintino, o nosso Zico.

Por isso, é natural dizer que a história de Helal se mistura com a do Clube de Regatas do Flamengo, tanto que ele foi homenageado como o seu nome para batizar o nosso Centro de Treinamento.

História da construção do Centro de Treinamento do Flamengo

A história do Ninho do Urubu começa com a aquisição do terreno de Vargem Grande, em agosto de 1984, pelo presidente George Helal ao custo de300 milhões de cruzeiros na época. Contudo, o projeto demoraria para sair do papel, tanto que o terreno ficou praticamente esquecido por muitos anos depois da compra pelo Flamengo.

O primeiro avanço ocorreu na era do presidente Gilberto Cardoso Filho, que teve início no ano de 1990. Gilberto conseguiu fazer o aterramento do terreno, que era dividido por dois rios.

Então, no ano 1997, o presidente Kléber Leite aluga um outro CT para os jogadores, que ficou conhecido como Fla-Barra, já que o time precisava treinar em campos de qualidade para as competições super disputadas que aconteciam nos anos 90. Porém, 3 anos depois o clube foi despejado do Fla-Barra por falta de pagamento por mais 6 meses.

Já em 2004, Márcio Braga, presidente do clube na época, lançou a campanha “Eu Amo o Fla” com o objetivo de arrecadar fundos para construção de um novo CT no terreno em Vargem Grande, afinal, ele já propriedade do clube. Então, no aniversário de 109 anos do Mengão, foram inaugurados os dois primeiros campos.

Pulando para o ano de 2006, às vésperas da final da Copa do Brasil, Ney Franco surpreendeu ao levar os jogadores para um treino secreto no CT, que ainda não tinha nenhuma estrutura de centro de treinamento. Contudo, o Fla conquista o título daquele ano e o CT começou a ser visto como um símbolo de sorte para todos do clube.

Em outubro de 2007, foi lançado o projeto “Camisa 12” para ajudar na construção do CT com a venda de camisas com o número 12, que tinha sido aposentada em homenagem à torcida, que sempre representou o 12º jogador do time. Contudo, o projeto ainda não foi o suficiente para a construção do CT.

Até 2010, o futebol profissional realizava seus treinos na sede da Gávea, até mesmo por que o futuro Ninho Urubu só possuía duas bicicletas ergométricas enferrujadas em sua sala de musculação. Até que Patrícia Amorim, presidente do Clube na época, e o técnico Vanderlei Luxemburgo tomaram a decisão de que os jogadores profissionais não podiam mais treinar na Gávea, por falta de uma estrutura de qualidade.

Luxemburgo fez duras cobranças para que o clube investisse em um novo Centro de Treinamento para a equipe de futebol. Então foi Patrícia Amorim que começou a campanha dos tijolinhos, a sua ação mais bem sucedida à frente do clube, que arrecadou cerca de R$ 2 milhões para realizar as obras do CT. Mais de 7 mil “tijolos” foram adquiridos por torcedores, que pagaram R$ 250 por cada um deles.

Em 2012, ainda na gestão Amorim, em uma parceria com a Ambev, Patrícia inaugura o muro dos tijolinhos e o campo 5, que seria usado pelo time profissional.

Modernização e evolução do Ninho do Urubu

Com o plano de reestruturação financeira colocado em prática na gestão Bandeira de Mello, o Clube de Regatas do Flamengo começou a ter superávits recorrentes em suas receitas, o que foi fundamental para o atual sucesso do clube em todas as competições que participa.

Afinal, com a situação financeira evoluindo, a reestruturação e modernização do CT passou a ser uma das prioridades, já que os dirigentes viam o fato de se oferecer um local de treinamento de excelência para os jogadores seria um dos pilares para que o time tivesse nas competições do anos que viriam.

Em 2014 foram iniciadas as obras de modernização do Ninho do Urubu, com a construção de um módulo para o futebol profissional e outro para as categorias de base. Então, no ano de 2016, com o aporte financeiro proveniente da venda da Mansão Fadel, as obras do módulo profissional do CT Ninho do Urubu foram concluídas.

A partir desta inauguração, o Flamengo já possuía um dos mais modernos Centro de Treinamento do Brasil, com um custo estimado em R$ 15 milhões. Já em 2018, o Rubro-Negro passa a ter mais de 20 novas instalações para o time profissional, com um novo investimento de R$ 23 milhões.

Então, com padrões europeus, o Flamengo passa a ter o maior e mais moderno centro de treinamento do país, que ajudou o time a conquistar mais dois títulos brasileiros, sua segunda Libertadores da América, a Recopa e a Supercopa do Brasil, nos consagrando como o melhor time da América do Sul.

E aí, gostou do nosso post? Acompanhe o blog e leia muito mais sobre a história do clube, além de artigos sobre os jogadores, competições e muito mais!

Tipos de chuteiras: modelos mais usados no mundo do futebol!
Todos os mascotes do Flamengo desde a fundação do clube!
Filmes de futebol: os 10 melhores para maratonar!
O estádio do Flamengo existe? Entenda tudo sobre a Gávea!